sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Ser humano é ter um corpo humano, não tenha vergonha de ser humano


 
 

167_photo_principale
Por mais que eu me lembre, eu preferia estar nu. Há fotos de meus irmãos e eu como crianças, em que eles usam pijama e estou nu. Há um filme caseiro antigo em que pulávamos em uma piscina para crianças, eles vestem trajes de banho e eu estou nú. Evidentemente, uma sensação de liberdade e alegria ao sentir o ar ininterrupto ou água por toda a minha pele sempre foi uma parte de quem eu sou.
Quando jovem, eu procurei situações onde a nudez foi prontamente aceita (praias de nudismo), ou – melhor ainda – obrigatório (modelagem para aulas de arte, realizando cenas de nudez em peças). Eu tinha poucos amigos íntimos com quem eu poderia ser socialmente nu, mas, na maioria das vezes, eu precisava de permissão ou uma desculpa para sair das minhas roupas; “.
A nudez deveria ser a configuração padrão para todos nós. É errado deixar-se intimidado ou envergonhado em tomar a ação de se esconder atrás de roupas. Uma sociedade na qual os indivíduos são livres estando vestido ou despido como quiserem seria o meu ideal.
FONTE: osnaturistas.net